top of page
  • Bruna Paixão

Como lidar com clientes pedindo desconto?

Clientes pedem desconto o tempo todo, mas você sabe como driblar esta situação?


Aquele jeitinho brasileiro de pedir descontos já faz parte da nossa rotina, né? Afinal, essa é uma prática muito difundida dentro da nossa cultura e, também, bastante indicada por livros de economia financeira. Tudo isso não poderia ter efeito diferente se não refletir em suas vendas, já que faz com que seus clientes sempre acabem pedindo descontos e condições especiais. Mas como se preparar para estas situações? É isso que viemos te mostrar hoje! Você precisa lidar com essa situação de maneira técnica e eficaz. Afinal, quem nunca pediu desconto na vida, não é mesmo?


Quem atua na área de vendas precisa aprender a superar alguns desafios comuns da atividade. Entretanto, muitos desses inúmeros desafios podem ser facilmente controlados quando se tem boas habilidades de comunicação e ferramentas a mais na hora de negociar.


Como lidar com clientes pedindo desconto?


Primeiramente, é importante que você não se apavore. É necessário mostrar ao seu cliente tranquilidade e habilidade para lidar com a situação. Não mostre ansiedade e despreparo. Além disso, nunca seja ríspido com o cliente ou o ofenda por estar pedindo o desconto.


O segundo passo é perguntar para o cliente qual o desconto que ele deseja, assim como sua forma de pagamento. Outra dica é tentar sair do campo do percentual e tentar falar em valores. Dessa forma você conseguirá mensurar de uma forma muito mais clara se o desconto é viável ou não.



Também é importante tentar entender os motivos que levaram o cliente a pedir o desconto. Alguns mais comuns são:


  • O pagamento será à vista;

  • Cliente não tem todo o dinheiro necessário;

  • Ofertas melhores da concorrência;

  • O cliente não acha que o produto ou serviço vale aquele valor.


Entendendo os motivos que levam seu cliente a pedir o desconto, com certeza você saberá lidar melhor com a situação.


Também é muito importante precificar corretamente e manter seus preços!


De nada adianta você entender o motivo de seus clientes ao pedir desconto se seus produtos não estão precificados corretamente, fazendo com que você saia no prejuízo. Se liga nessas dicas de como precificar corretamente seus produtos ou serviços:


1) Entenda o que é preço de venda

O desafio aqui é encontrar o equilíbrio entre os custos de produção, o valor que a concorrência cobra e a margem de lucro. Ou seja, sua empresa não pode cobrar tão barato, a ponto de não gerar lucro ou não ter dinheiro suficiente para cobrir os custos. Mas também não pode cobrar tão caro, a ponto de ultrapassar muito o preço dos produtos e serviços da concorrência.


2) Saiba a diferença entre preço e valor

O preço tem ligação direta com fatores ligados ao custo de produção ou de compra, encargos e assim por diante. Já o valor tem a ver com a maneira como as pessoas enxergam a marca, o que só é possível descobrir por meio de pesquisas e conversas com o público.


Por exemplo, se você cobra um preço muito baixo por seus produtos ou serviços, provavelmente, terá muitas vendas, mas atingirá um público diferente daquele que alcançaria ao cobrar preços mais altos. Já os preços mais altos podem indicar mais valorização do produto.


3) Descubra como agregar valor ao seu produto ou serviço


O que significa agregar valor ao seu produto ou serviço? Podemos dizer que significa mostrar para o seu cliente que o seu produto vai de encontro com aquilo que ele acha importante. Ou seja, seu público deve enxergar o seu produto como algo necessário e diferenciado. Se você conseguir entender o que o seu cliente considera importante e necessário, vai agregar valor à sua mercadoria com mais facilidade.



Gostou do conteúdo? Deixa seu like e comenta aqui para sabermos!

42 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


gillian fernandes
gillian fernandes
May 27, 2022

😍

Like
bottom of page